Entrevista com a dentista Dra. Daniela Ferraz


Pessoal, como contei no Instagram do Vaidade Sem Frescura, dias antes de vir para a Bahia, eu fui na clínica Núcleo de Saúde para fazer aquela revisão bacana antes de viajar. A Dra. Daniela Ferraz me recebeu super bem e os procedimentos, assim como a boa conversa, duraram a tarde inteira.

Tive a ideia de enviar umas perguntas para ela por e-mail, algumas curiosidades que eu tinha e creio que todos também tem. Informações legais, úteis e que valem a pena postar aqui. Então, cheguei na Bahia e mandei todas as perguntinhas. Ela me respondeu e vou mostrar aqui para vocês a entrevista bacana que fiz. Vale muito a pena ler.

Algumas perguntas foram sugeridas por vocês no Instagram.





Entrevistada: Dra. Daniela Ferraz - Dentista - Clínica Núcleo de Saúde - São Paulo




1- Percebo que as pessoas estão aderindo ao clareamento dental com muito mais frequência do que antigamente. Conheço pessoas que fazem uma vez por ano. Existe algum problema ou risco neste procedimento tão "rotineiro"?


R: Sim, há risco de lesões severas aos dentes, em decorrência de clareamentos indiscriminados e frequentes. O clareamento dentário é um tratamento excelente quando bem indicado. Ele se dá através da descalcificação do dente, promovida pela colocação de um ácido muito concentrado sobre a superfície do dente (esmalte). Devido a esta descalcificação, que o dente torna-se branco, porém, mais sensível, pois há perda de esmalte ( parte do dente que protege as camadas inervardas e/ou vascularizadas). Há portanto, sempre que se ter um bom diagnóstico, antes de submeter-se ao clareamento dentário, para avaliar as suas reais necessidades e consequentes benefícios deste tratamento.


2- Na sua opinião, qual é a frequência correta que uma pessoa deve fazer o clareamento dental?

R: No máximo, um clareamento a cada 5 ou 6 anos.



3- Ainda falando sobre clareamento, qual é o método que você considera mais eficaz? Você gosta do clareamento caseiro?

R: Todo clareamento tem como agente clareador, um ácido concentrado. O que difere um clareamento do outro é que esse ácido pode ser potencializado pelo uso do laser, de luz fotopolimerizadora ou mesmo luz natural. Não indico o clareamento caseiro, pois penso ser o clareamento um tratamento que exige a presença de um profissional durante todo o processo, evitando danos, muitas vezes irreversíveis, aos tecidos bucais. (Ex.: descalcificação exagerada, levando à perda dentaria)


4- Você acha que vale a pena fazer um plano odontológico?

R: Não no nosso país, onde os planos odontológicos, possuem uma tabela de preços impraticáveis ao bom atendimento a um ser humano, a biossegurança necessária em todos os procedimentos, fazendo com que os profissionais que deles participam, executem uma anti-odontologia. Aconselho sempre, a busca de um profissional da saúde, não por preço, mas por qualificação, pois nossa saúde é nosso bem maior! Além disso, um bom profissional, jamais deixará de atender um paciente, por inflexibilidade financeira! Sempre há a possibilidade, de chegar-se a um denominador comum financeiro!


5- Com qual frequência devemos fazer uma profilaxia (limpeza dental)?

R: Depende do seu grau de higiene Oral e/ou predisposição à formação de tártaros, a problemas periodontais... Se vc tem uma boa higiene e não tem essas predisposições citadas, uma vez ao ano seria suficiente para uma limpeza profissional. Nos demais casos, no mínimo, a cada três meses.


6- Quais são os maiores erros que as pessoas cometem na limpeza diária?

R: O maior erro é que desconhecem que o ato de escovar corretamente (movimentos circulares ou da gengiva para o dente; nunca movimentos horizontais), bem como o uso frequente do fio dental, são os reais responsáveis por uma boa higiene oral.



7- Qual é a escovação mais importante do dia? Sabemos que todas são essenciais, mas qual JAMAIS pode ser esquecida?

R: A escovação que jamais pode ser esquecida é a de antes de dormir, pois qdo dormimos, o fluxo salivar diminui e como a saliva é um limpador natural da boca, ficamos mais suscetíveis a doenças bucais.



8- As vezes passamos o fio dental e isso sangra a gengiva. Por qual motivo isso acontece?

R: Se você passa o fio dental de maneira correta e sua gengiva está sangrando, é sinal que você está com gengivite, que nada mais é que a inflamação na gengiva, causada na grande maioria das vezes, por falta de higiene adequada. (escovação e/ou uso do fio dental inadequadamente)


9- Qual é o momento certo de tirar os sisos? Quando eles nascem de maneira incorreta, eles podem entortar os demais dentes da nossa arcada?

R: Nem sempre está indicado a remoção dos sisos, embora hoje em dia, devido a evolução da raça humana, com a diminuição dos ossos faciais, os sisos não sejam mais considerados dentes funcionais. Porém, se eles estão bem erupcionados, bem engrenados, não estão causando nenhum problema funcional, não há porque removê-los. Atribuir aos sisos responsabilidades pelo inadequado posicionamento dos demais dentes das arcadas dentárias, não é mais visto como correto, pois pesquisas longitudinais mostraram que àqueles dentes tem pouquíssimas ou nenhuma influência, sobre o posicionamento dos demais dentes.


10- Em qual dos casos nós temos a opção de não retirar os sisos?

R: Quando os sisos estão bem erupcionados e bem engrenados com seus antagonistas (sisos superiores bem engrenados com os sisos inferiores)




11- Percebo uma febre de cremes dentais das mais diversas marcas, prometendo um clareamento com o uso contínuo. Elas realmente clareiam? Qual é a sua opinião sobre essas pastas?

R: Não indico os cremes dentais com agentes clareadores para uso contínuo, pois eles com a frequência do uso vão promovendo remoção de esmalte, consequente sensibilidade dentária e um efeito branqueador diminuto, sendo que este, só é percebido, nas primeiras escovações e nos casos de pequenas manchas superficiais. Lembro-lhes que o real clareamento só se dá com a colocação de uma ácido concentrado sobre a superfície dos dentes. Esses cremes dentais tem como agente clareadores o bicarbonato de sódio, que é uma substância que atrita-se com o esmalte, promovendo apenas a remoção de manchas superficiais.


12- Existem alimentos e bebidas que escurecem os dentes? Caso sim, quais são os mais comuns?

R: Na realidade, todo e qualquer alimento de coloração escura ou clara, em deixado sobre a superfície dos dentes, por muito tempo, sem a adequada remoção, causará escurecimento a estes.


13- O que provoca o "afundamento" da gengiva?

R: Esse "afundamento " da gengiva pode ser em decorrência de perda óssea, mas todo e qualquer processo atípico, deve ser bem avaliado, rastreando-se as causas de tal acontecimento, para que se possa introduzir um adequado tratamento.

14- Qual erro em nossa higiene bucal pode causar o mau hálito?

R: A inadequada escovação dos dentes, bochechas e línguas, bem como o ausente ou inadequado uso do fio dental, com consequente formação de tártaros, processos cariosos, gengivites, periodontites, língua seborréica, entre outros, causam o tão temido mau hálito!


15- Cáries e tártaros podem causar mau hálito?

R: Sim, processos cariosos e tártaros são povoados de bactérias que liberam enxofre, causando um odor.



16- Ao beijar alguém que tem cárie ou tártaro, podemos nos prejudicar de alguma maneira?

R: A cárie é uma doença infecto contagiosa e como tal, em um contato tão próximo, como acontece em um beijo, há a contaminação sim. Aliás, em um beijo, são transmitidas milhares de bactérias por segundo! O que faz, na maioria das vezes, esse ato não provocar danos, é a sensação prazerosa que estimula, em uma grande escala nosso sistema imunológico, nos deixando protegidos. Porém, há de se ter cuidado sim, com a bocas com Cáries, gengivas vermelhas e cobrindo os dentes, com herpes em seu estágio contagioso, com mononucleose (doença do beijo), com mau hálito. Aqui vão umas dicas: Evitemos beber no mesmo copo e usar os mesmos talheres de desconhecidos; Girls, nada de usar batons, gloss, de outras pessoas... (esses devem ser artigos pessoais e intransferíveis).... E para quem tem bebês ou crianças em casa, nada de beijo na boca deles...Os talheres e copos deles devem ser separados dos referentes aos adultos e nada de assoprar a comida deles, ok?


17- Como deve ser feita a higiene lingual?

R: A higiene lingual pode ser feita com as cerdas da própria escova dental, ou com os limpadores de língua, que muitas vezes estão na própria escova, na parte oposta a das cerdas, ou podem ser encontrados separados desta.


18- Percebo que algumas pessoas colocam aparelho, consertam e depois de algum tempo eles voltam a entortar. Por quê isso acontece? Eu sei que cada caso é um caso, mas você poderia nos dar um exemplo?

R: O tratamento ortodôntico quando bem conduzido e bem finalizado, não há recidivas (volta dos dentes às posições originais). O que muitas vezes acontece é o inadequado tratamento, a remoção dos aparelhos antes do término do tratamento e/ou inadequado ou ausente uso das contenções ( após remoção da aparelhagem fixa, há a necessidade do uso de contenção móvel superior (uso durante aproximadamente seis meses) e fixa inferior ( para sempre). Essas contenções são necessárias para evitar quaisquer movimentos indesejáveis.



19- Quantas vezes devemos usar o fio dental por dia?

R: No mínimo três vezes, após as principais escovações (após café da manhã, após almoço e após o jantar).


20- Algumas pessoas tem dentes muito sensíveis e por conta disto, ficam com receio de fazer um clareamento. Este procedimento pode agravar a sensibilidade?

R: Sim, pois o clareamento remove camadas de esmalte e deixa as camadas inervardas e vascularizadas dos dentes (dentina e polpa) mais suscetíveis e consequentemente o dente mais sensível. O correto é avaliar a causa da sensibilidade dos dentes, para nos assegurarmos das possibilidades e das necessidades do tratamento clareador. Muitas vezes a sensibilidade advém da exposição das raízes dos dentes por escovação errada ( movimentos no sentido horizontal), o que não impossibilita, tomando-se as devidas precauções, o clareamento.


21- Qual seria a solução para quem tem dentes pequenos e gengivas grandes (quando sorri fica bem aparente)?

R: Primeiro de tudo, um bom diagnóstico, para avaliar a real causa do problema. Em muitos dos casos de sorrisos gengivais, onde os dentes são curtos, a gengivectomia (remoção da gengiva, aumentando as coroas dos dentes) é o tratamento de eleição.


22- Para quem faz clareamento caseiro com moldeira: qual a quantidade indicada para aplicar de gel clareador a cada uso?

R: A quantidade e o tempo que devem ser usados o gel, devem ser passados pelo profissional ao paciente, de acordo com a prescrição do produto usado em questão.



23- O que você acha desse clareador da Oral B? O 3D White Strips? Funciona?

R: Esses produtos têm praticamente o mesmo efeito dos cremes dentais com agentes clareadores e pelos motivos que já citei, não recomendo seu uso contínuo.


24- O que fazer quando uma pessoa tem os dentes da frente muito largos? Parecendo duas pastilhas de mentos? Hahahahaha. Tem como diminuir essa aparência?

R: Sim, há possibilidade de restaurar os dentes dando formas mais harmônicas e adequadas, porém mas uma vez cito, que o primeiro passo é um adequado diagnóstico, pois só a partir disso, têm-se , as reais necessidades e possibilidades de tratamento.


Adorei essa entrevista!

Dra. Daniela, muito obrigada por colaborar aqui em nosso espaço com tanto conteúdo bacana e sincero.

Você é dez! Além de ser uma super profissional e oferecer para nós um serviço excelente.



A saúde é o nosso bem maior e quando estamos com saúde, temos beleza e bem estar. Eu gosto de ir lá porque o atendimento é integrado, afinal, temos tudo em um mesmo lugar: odontologia, fisioterapia, nutrição, psicologia, dermatologia, gastroenterologia, nutrologia, endocrinologia e outros.

Eu adoro ir lá porque gasto uma gasolina e já resolvo tudo de uma vez só!

Pra quem quiser conhecer a Dra. Daniela Ferraz e a sua clínica diferenciada:

Av. 9 de Julho, 3229, Jardins - SP.

Telefone: (11) 3052-1291.

E-mail dela para contato: danielafortes@yahoo.com.br

Instagram: @dra.danielaferraz

Espero que tenham gostado!

Beijo!

0 comentários:

Postar um comentário

procure aqui!

PRAZER, LANA!

<b>PRAZER, LANA!<b></b></b>
Sejam bem-vindas (os) ao Vaidade Sem Frescura! Um blog com dicas de beleza com foco em cosméticos, feito por Alana Benevides, uma vaidosa completamente apaixonada pelo mundo encantado das feminices. Será compartilhado neste espaço muitas resenhas sobre produtos diversos com sinceridade, leveza e uma pitada bem caprichada de bom humor.

Aproveitem o conteúdo!

 
vaidade sem frescura - 2015 • logotipo Evandro Ambrozi • design e código gabi melo